Experiências de intercâmbio na Indonésia – parte 1

Indonésia é um país exuberante em termos culturais, naturais e surpreende pela sua exoticidade. O país que está localizado no sudeste asiático é o maior arquipélago do mundo, com mais de 17 mil ilhas, é conhecido por suas belas praias, e principalmente por um dos lugares mais paradisíacos do mundo, a ilha de Bali.

Contudo, não são apenas as belezas naturais que compõem o país. As riquezas culturais são traços marcantes de um país com mais de 250 milhões de pessoas, que se dividem nas ilhas mais povoadas: Java, Sumatra, Kalimantan, Sulawesi, Maluku, Papua (Irian Jaya), Bali e Nusa Tenggara, dentre outras ilhotas.

Ademais, o povo da Indonésia é multicultural (o país abriga mais de mil etnias e sub-etnias), vive em harmonia religiosa (são seis principais religiões reconhecidas: Islamismo, Cristianismo, Protestantismo, Budismo, Hinduísmo, Confucionismo) e é hospitaleiro e amigável.

Eu morei um ano na Indonésia, estudei o último ano do Ensino Médio em escola local, e vivi intensamente como um nativo. Graças às experiências que tive pelo Rotary Youth Exchange Program pude expandir meus horizontes e viver um ano intenso de aprendizado e reflexão interna, expandindo minha compreensão de mundo.

Conto para vocês algumas das experiências que passei morando um ano na Indonésia e dos choques culturais que vivi. Se existe um país no mundo onde você deve conhecer, ele se chama INDONÉSIA!

1- BANHO DE CANEQUINHA

Imagina viajar 34 horas do Brasil até a Indonésia e querer tomar um banho de ducha quentinho?  Pois é… Não será bem assim que você irá imergir na cultura local. O tradicional banho de caneca (gayung) é refrescante e divertido. O problema é se você não souber para que elas servem. Por experiência própria, aqui vão minhas dicas:

Dica 1: Nunca entre no compartimento de água, pois é de lá que você irá usar a água para tomar banho

Dica 2: Não tome banho em cima da privada

Dica 3: A caneca (gayung) é sua ducha. Divirta-se e depois que se acostumar sentirá falta desta experiência

Banheiro tradicional da Indonésia e os baldes para banho (gayung) (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Banheiro tradicional da Indonésia e os baldes para banho (gayung) (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

2- USE A IMAGINAÇÃO

A primeira vez que entrei no banheiro que não havia privada como estamos acostumados nem descarga, fiquei imaginando como eu iria utilizar aquela “coisa” no chão.

Após muito pensar e vendo que era quase impossível sentar naquela tentativa de privada, fui e me arrisquei. Foi a primeira vez que fiz o número dois como um ninja.

Mas os problemas não acabam por ai. E a descarga que não existia? Fácil! A canequinha ou gayung é a solução para todos os problemas. Só jogar água usando-a e os empecilhos estão resolvidos.

Vai encarar? (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Vai encarar? (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

3- MORNING CALL

Quando achei que ia dormir tranquilamente e descansar na minha primeira noite de sono, acordei de madrugada e comecei a escutar umas palavras sendo ditas muito altas. Fiquei assustado e fui descobrir depois que era uma mesquita rezando o Alcorão.

Como cerca de 90% da população da Indonésia é muçulmana, a cada esquina você verá uma mesquita.

Elas têm alto-falantes acoplados em suas torres (minaretes) e em determinadas horas do dia começam a rezar o livro sagrado do Islamismo. No começo é difícil acordar cedo todo dia com o morning call, mas depois com o tempo se acostuma.

Mesquitas estão presentes em quase todos os lugares (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Mesquitas estão presentes em quase todos os lugares (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

4- BEDUG

O Bedug é um instrumento comumente usado em mesquitas entre os javaneses e sundaneses, na ilha de Java, durante as festas islâmicas. É importante para os muçulmanos, pois é tocado no último dia do Ramadã (jejum do amanhecer ao pôr do sol), para sinalizar o fim do jejum, chamado de Eid al Fitr.

Este período é comemorado com fartura de alimentos, distribuição de comida para os pobres, troca de presente, roupas novas são vestidas e os agradecimentos a Deus são efetuados, juntando amigos e familiares.

Bedug, o instrumento de grande importância (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Bedug, o instrumento de grande importância (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

5- ESCOLA

Ter estudado em uma escola na Indonésia foi uma experiência muito marcante. Eu morei em Medan, localizada ao Norte de Sumatra, cidade onde a concentração de descendentes de chineses é expressiva.

A grande maioria dos meus amigos de sala falavam quatro idiomas: Bahasa Indonesia (idioma nacional), Mandarim simplificado (pelas origens familiares), Inglês (aprendido na escola) e Hokkien (originário na província de Fujian, na China, e falado por todos os meus colegas de sala).

Primeiro dia de aula (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Primeiro dia de aula (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

6- AULAS

No Ensino Médio ou Sekolah Menengah Atas (SMA) os alunos escolhem que perfis preferem estudar, Humanas ou Exatas, de acordo com o que pretendem seguir na carreira.

Eu estudei no perfil de Exatas e tínhamos aulas de Química, Matemática, Religião, Bahasa Indonesia (língua nacional – como se fosse aprender o Português), Física, Inglês, Biologia, Educação Física História, Música, Política Nacional, Mandarim, além dos laboratórios de Química, Física e Informática.

O respeito entre aluno e professor é muito rígido e todas as aulas, durante a entrada do professor e saída do mesmo, os alunos se levantam e cumprimentam o professor com uma saudação de honrosa.

Diretora e professores da escola Methodist 3 (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Diretora e professores da escola Methodist 3 (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

7- FAMA

Quando você viaja para uma cidade do outro lado do mundo, onde você é o único estrangeiro a estudar em uma escola local, as pessoas ficam sabendo com muita rapidez.

Nunca imaginaria que iria aparecer em jornais locais e ser famoso, dando autógrafo e tirando fotos com desconhecidos em um simples passeio ao shopping.

Além de estar presente com autoridades locais, como o representante de Educação da província do Norte de Sumatra.

Momento de fama com o representante de Educação da província do Norte de Sumatra (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Momento de fama com o representante de Educação da província do Norte de Sumatra (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Aparição em um jornal local (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Aparição em um jornal local (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

8- PIANO

Vivendo em Medan eu pude perceber que todas as casas que eu visitava tinha um piano.  Desde cedo as crianças são influenciadas a praticar algum instrumento para despertar novos talentos, e na grande maioria, o piano é o preferido.

E você só imaginava que eram os japoneses/chineses/coreanos que possuem os talentos de master hiper mega músicos? É porque ainda não viu o pessoal da Indonésia tocando instrumentos e cantando.

Tentando enganar tocando um pouco de piano (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Tentando enganar tocando um pouco de piano (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

9- ESTAÇÕES DO ANO

A Indonésia possui duas estações no ano, chuva e seca. Os períodos de chuva vão de Novembro a Março e as de seca de Junho a Outubro. Calor o ano inteiro é a certeza absoluta, mas nada que os equipamentos de ar condicionado não salvem.

Outro fator é que quando está no período de chuva, irá cair muita água e os alagamentos irão acontecer. Então proteja-se, a não ser que queira experimentar um rio Tietê na versão  da Indonésia.

Típico dia depois de uma noite de chuva (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Típico dia depois de uma noite de chuva (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Além disso, constantemente quando chove torrencialmente, acontece os mati lampu (morte de lâmpadas, ou seja, apagões). Então, se sua casa não tiver gerador, esteja preparado para enfrentar as escuridões.

10- CERVEJA COM GELO

Você está desesperado que sua cerveja de domingo à tarde do churrasco de família não está gelada? Faça igual os indonésios. Gele a cerveja com um iceberg.

O gelo usado para gelar a cerveja é tão grande que muitas vezes nem cabe no copo. Mas gela rapidinho.

11- FEIRA

Você gosta de fazer compras na feira? Na Indonésia a feira de rua também existe. Que tal comprar carnes fresquinhas para fazer aquele churrascão? Algo me diz que a vigilância sanitária não permitiria isso no Brasil, mas quem se importa.

Se eu estou vivo até hoje e se comi muita carne por lá, então não há problemas.

Banca de carnes para fazer o churrascão com os amigos (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Banca de carnes para fazer o churrascão com os amigos (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

12- FRUTAS

E que tal comprar aquela fruta? Na Indonésia o que não faltam são opções diversificadas: rambutan, terong belanda (tamarilho), sirsak (graviola), manggis (mangostão), kedondong (manga-cajá), banana, carambola, jambu, duku, salak, goiaba, mamão, entre outras.

Rambutan (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Rambutan (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Pitaia vermelha, Buah naga ou “fruta dragão”, comprada na feira (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Pitaia vermelha, Buah naga ou “fruta dragão”, comprada na feira (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Mas a que mais se destaca em todo o sudeste asiático é uma fruta chamada durian!

13- DURIAN

Seu enorme tamanho, carapaça ameaçadora de espinhos e aroma marcante deram a esta fruta o titulo de “Rei das Frutas”. Seu sabor marcante e seu cheiro não agradam a qualquer paladar. Quando experimentei a fruta pela primeira vez, senti aquele cheiro desagradável de algo podre, circundado de moscas, contudo arrisquei e comi.

Confesso que a primeira reação foi cuspir, mas depois de alguns pedaços eu me acostumei e acabei gostando. Mas para ter ideia da reputação da fruta, existem locais em que é proibido circular com ela devido seu forte odor.

Durian vendida nos supermercados (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Durian vendida nos supermercados (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Placa proibindo a fruta de entrar no estabelecimento (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Placa proibindo a fruta de entrar no estabelecimento (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Segurando duas durians que logo depois foram degustadas (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Segurando duas durians que logo depois foram degustadas (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

14- COMER COM AS MÃOS

Comer com as mãos é um hábito normal no país. Você sente a comida e tem um contato com o alimento de outra maneira. Só tome cuidado para não queimar os dedos ao ir direto ao ataque.

E se for comer com talheres, tenha em mente que não se usa facas. Por lá, o garfo é a faca e a colher é o garfo.

Comendo um delicioso nasi goreng (arroz frito) com frango (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

Comendo um delicioso nasi goreng (arroz frito) com frango (Foto: Matheus Pinheiro de Oliveira e Silva)

15- MÃO ESQUERDA

A mão esquerda é a mão suja na Indonésia, pois é usada para “deveres de higiene” e, portanto, considerada impura. Na Indonésia, é rude e ofensivo entregar para alguém um objeto com a mão esquerda, especialmente comida ou bebida, e também cumprimentar com a mão esquerda.

Se você pensar por onde a mão esquerda passou, provavelmente que também nunca iria querer algo vindo desta mão! Se você é forçado, devido às circunstâncias, de dar algo para certa pessoa com a mão esquerda, fuja do choque cultural dizendo: “Maaf, kiri tangan” (Desculpe, eu tive que usar minha mão esquerda).  Coitado dos canhotos que forem para a Indonésia!

Este hábito também é vivenciado em outros países asiáticos, como a Índia.

Clique aqui para ver as coisas que aprendi trabalhando voluntariamente na Índia.

Fique ligado que a continuação das “31 experiências marcantes de viver na Indonésia” seguirá na parte 2 deste post!

Consulte locais para se hospedar nas regiões mais próximas em nosso afiliado.

Booking - Banner 728x90

Quer mais Move, Learn e Enjoy na sua vida?

Curta nossa página no Facebook

Veja nossas fotos no Instagram

matheus template_editado-1

Posted in Intercâmbio and tagged , , , , .

2 Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *